A fabricante de carros de luxo britânica Jaguar anunciou que a apresentação e estreia mundial do altamente antecipado Jaguar XKSS terá lugar no Auto Show de Los Angeles, na Califórnia, em Novembro deste ano.

Frequentemente apontado como um dos primeiros super carros do Mundo, e seguramente como um dos mais belos, a Jaguar construiu originalmente a emblemática silhueta, como uma versão de estrada denominada XKSS, do vencedor por três anos consecutivos do Le Mans, “D-Type”. Entre as alterações desta versão estavam, um limpa-para-brisas mais alto, a adição de uma porta do lado do passageiro e o desaparecimento da icónica barbatana de tubarão atrás da cabeça do condutor.

Em 1957, 25 dos XKSS originais foram reservados para exportação. Contudo, um incêndio na fábrica de Browns Lane nesse mesmo ano acabou por destruir o sonho de muitos, e apenas 16 carros foram finalizados e vendidos. A maioria ainda existe e em leilão conseguem atingir vários milhões de euros.

Agora, 59 anos depois, a Jaguar vai construir nove dos XKSS desportivos perdidos para um exclusivo grupo de colecionadores e clientes da marca, renomeando o carro como “continuation XKSS” e renumerando-os do número 17 até ao 25.

Estes vão ser desenhados pelos especialistas da marca britânica e criados com as especificações exatas dos originais de 1957. Apesar da construção original, estes fazem-se acompanhar da vantagem dos conhecimentos modernos, o que fará com que algumas caraterísticas sejam melhoradas tecnicamente.

Tim Hannig, diretor da Jaguar Land Rover Classic refere – “a continuação do XKSS reafirma o nosso compromisso para alimentar a paixão e o entusiasmo pelo ilustre passado da Jaguar, oferecendo carros e experiências excecionais.”

Estima-se que cada modelo custará mais de 1,25 milhões de euros.